Nelson Baron fala sobre o papel da TI no futuro da logística

Nelson-Baron-Site
4 ago

Nelson Baron fala sobre o papel da TI no futuro da logística

Com 19 anos dedicados a CSI Cargo e a Dinamik, Nelson Baron, é nosso Gerente de TI, e um dos veteranos da casa. Sempre em busca de novas tecnologias para logística, Nelson lidera um time de talentos que vem trabalhando forte para desenvolver produtos inovadores envolvendo a logística 4.0.

“A CSI Cargo é uma empresa inovadora, que foca na melhoria de processos e inovação. E essa busca constante pela qualidade, pela aplicação de novas tecnologias, é algo que motiva muito”, conta Baron.

Para Nelson, o cenário gerado durante a pandemia onde várias empresas precisaram adotar o trabalho remoto, o famoso “home office”, e também focar fortemente na estratégia de aumentar o desempenho através da digitalização e da automação de processos, levou a uma escassez de profissionais qualificados na área de TI. “Mesmo com uma equipe de auto desempenho não conseguimos dar fluxo a todas as demandas existentes, então o  desafio é atender a alta demanda criada por novos projetos, manter os talentos internos motivados e com o auxílio do RH seguir na busca de novos profissionais”, comenta Baron.

Outro aspecto que mudou durante a pandemia foi o comportamento do consumidor, uma vez que as compras online aumentaram consideravelmente. Na visão do executivo, nas compras online, o consumidor final primeiro escolhe o produto, verifica as avaliações e logo na sequencia analisa o prazo de entrega. Se uma loja tem menor prazo de entrega do que outra, para o mesmo produto, certamente a loja com menor prazo de entrega ganhará o Cliente.

“O futuro do segmento é a logística 4.0, como muitos comentam, ela está relacionada a hyperconectividade dos sistemas logísticos com os sistemas de produção. Com a aplicação da IA, da digitalização e da automação de processos , a logística proporcionará transparência nas informações, a possibilidade de tomada de decisões descentralizadas e certamente uma redução considerável nos prazos de entrega,” explica Nelson.

De acordo com o profissional, as expectativas para o segundo semestre de 2021 são de uma retomada ainda maior,  porém será necessário lidar com a escassez da mão-de-obra em TI. Nesse sentido a CSI Cargo vem apostando forte em IoT, com a Telemetria V5 para equipamentos de movimentação, e na automatização de processos com a implementação de RPA em alguns setores. “Durante a pandemia trabalhamos forte na criação de alguns produtos relacionados a IA, para cálculo de menor percurso interno e em algoritmos preditivos, também criamos um dispositivo de IoT de Telemetria que pode ser conectado ao WMS de nossos Clientes, e iniciamos na Argentina a realização de inventários com Drones”, ressalta Nelson.

“Estamos trabalhando a cultura de nossos funcionários, para que percebam que a tecnologia, aliada ao conhecimento operacional das pessoas, fica muito mais forte, reduz a carga de trabalho e aumenta a performance. A adesão das pessoas a essas tecnologias proporciona, redução da distância percorrida para realização de picking, melhor posicionamento dos produtos dentro dos armazéns, monitoramento online dos ativos de movimentação e de seus operadores e uma melhora considerável no índice de inventário. Tudo isso se reflete em um menor tempo para a produção e entrega do produto ao consumidor final”, finaliza Baron.

About Author

avatar

author posts

Comments are closed.

CSI-Cargo-branco-01

A CSI CARGO, sediada em Curitiba, faz parte do Grupo CARGO, fundado em 1980, na Argentina, com o nome Expresso CARGO. Iniciou suas operações com transporte courrier e em 10 dez anos se tornou uma das maiores transportadoras express do país.

CONTATO

    • BR-376, 16099 - Campina, São José dos Pinhais - PR
    • (41) 3381-2300
    • (41) 3381-2302

MAPA